O que é inbound marketing e como aplicar as estratégias certas 

Antes de mais nada, o que é inbound marketing?

O inbound marketing é uma das vertentes do marketing. Você já deve ter reparado que a forma de se fazer marketing mudou muito nos últimos tempos.

No marketing tradicional era comum que a empresa fosse atrás do cliente em potencial. Através de propagandas no rádio, na televisão, nos jornais, em outdoors etc.

Uma das principais características do marketing tradicional, portanto, é que ele interrompia o fluxo de consumo de conteúdo.

Se você está assistindo a um filme na televisão, vai ser interrompido pelos anúncios, várias vezes.

E o mesmo vale para outras estratégias do marketing tradicional. E, até mesmo algumas estratégias do marketing digital, como os anúncios do Youtube.

No entanto, com a popularização da internet, os profissionais de marketing perceberam que havia uma nova possibilidade.

A possibilidade de criar estratégias que dessem mais liberdade de escolha para os clientes em potencial.

Assim, o objetivo do inbound marketing é o de atrair, trazer o cliente em potencial para perto do seu negócio. O que é feito através da produção de conteúdo. Seja conteúdo para um blog, para as redes sociais, para o e-mail etc.

Por isso, o inbound marketing também é conhecido como marketing de atração.

A ideia, não é ir atrás do seu cliente, oferecendo logo o seu produto. Mas sim, fazer com que ele chegue até você.

E isso tem se mostrado muito mais efetivo. Já que as pessoas que chegam até o seu negócio fizeram isso por conta própria.

Ou seja, elas decidiram clicar num link nas redes sociais para ler um artigo no seu blog. Ou então, chegaram até ele por meio da pesquisa nos buscadores.

Na prática, isso quer dizer que quem chega até o seu negócio já está interessado naquele nicho.

E um dos grandes benefícios do inbound, portanto, é a possibilidade de gerar muito mais público qualificado para o seu negócio.

Abaixo, você vai descobrir quais são as estratégias do inbound marketing e como aplicá-las da forma correta. 

 

Entenda quais são as etapas do inbound marketing

O que é inbound marketingComo você pode perceber acima, no inbound, a venda é considerada como parte de um processo muito maior.

Nele, portanto, a jornada do cliente e o funil de vendas são ferramentas essenciais, que vão te ajudar a vender muito mais.

O inbound é, comumente, dividido em algumas etapas. E essas etapas são: atração, conversão, venda e encantamento.

Entenda, abaixo, um pouco mais sobre cada uma delas:

 

#Atração

O que é inbound marketing e como aplicar as estratégias certas Como eu disse acima, o inbound marketing também é conhecido como marketing de atração. A atração, portanto, é a primeira etapa desse processo.

Nessa primeira etapa, seu único objetivo é o de chamar a atenção de potenciais compradores e atraí-los para o seu negócio.

Mas há um detalhe importante! A ideia não é apenas a de atrair grande tráfego para os seus canais de comunicação.

O mais importante é atrair tráfego qualificado! Isto é, pessoas que, de fato, possam se tornar clientes seus no futuro.

 

E quais estratégias podem ser utilizadas na etapa de atração?

A etapa de atração pode ser realizada de várias formas. É bastante comum utilizarmos o marketing de conteúdo, aliado ao SEO.

Aqui você deve, portanto, ter um blog e postar conteúdo de qualidade regularmente.

É importante lembrar que, muitas vezes, esse conteúdo será o primeiro contato do cliente em potencial com sua empresa. O que quer dizer que ele deve ajudá-lo, de alguma forma.

Além disso, outro detalhe importante é usar palavras-chaves adequadas, preferencialmente, de cauda longa. Pois isso é o que vai te ajudar a gerar tráfego qualificado.

Note que alguém que pesquisa por “concursos públicos” no Google pode estar procurando diferentes opções.

Essa pessoa pode estar buscando vagas abertas de concurso público, um curso para concursos, apostilas, livros, maneiras de estudar ou ferramentas para concursos. Certo?

E, digamos que você trabalhe como afiliado, vendendo um curso online que ensine a passar num concurso público.

Ao posicionar na primeira página a expressão “curso para concurso público”, você aumenta exponencialmente suas chances de vender.

Outra estratégia utilizada na etapa de atração são as redes sociais. Aquelas que você já conhece! Como o Facebook, Instagram, Youtube, Linkedin, Twitter etc.

A ideia é a mesma, atrair a atenção dessas pessoas, por meio de postagens relevantes.

Além disso, a produção de conteúdo deve ser regular. E, sempre que possível, o ideal é levar as pessoas para o blog para que a próxima etapa possa ser alcançada.

 

#Conversão

ConversãoA etapa de conversão é a etapa na qual você deve converter seus visitantes em leads.

Isso é feito a partir do momento em que você consegue dados de contato dessas pessoas. Geralmente, as empresas pedem nome e e-mail.

No entanto, também é possível ir um pouco além e pedir também o número de telefone e outras informações específicas.

As informações aqui devem ser definidas de acordo com a sua empresa. E também com os canais de venda que você irá utilizar no futuro. Como o e-mail marketing, telemarketing, Whatsapp e outros tipos de marketing.

Outro detalhe importante é que, para conseguir essas informações, você deve oferecer algo em troca.

O mais comum é oferecer um e-book de conteúdo de valor para a sua persona.

No entanto, também é possível oferecer outros tipos de conteúdo, como vídeo-aulas, templates, acesso a ferramentas por tempo limitado etc.

Nessa etapa também é importante que você comece a se relacionar, regularmente, com esses leads.

Isso é importante porque, nesse momento, boa parte da sua base de leads ainda não está pronta para a compra.

Para explicar melhor a importância do relacionamento, pense o seguinte: o seu produto, nada mais é do que a solução de um problema, certo?

Pode ser que ele ajude as pessoas a emagrecer, ou ainda passar num concurso público, construir um negócio, se relacionar melhor com outras pessoas etc.

O problema é que, muita gente ainda nem sabe que precisa da solução desse problema. Outras até já sabem, mas ainda não estão interessadas em comprar um produto.

Além disso, alguns dos leads já estão prontos para a compra. Eles já perceberam o problema e já estão procurando soluções.

O relacionamento, portanto, é o momento de você educar seus clientes em potencial.

Aos poucos, você vai ajudando essas pessoas, ensinando coisas importantes, solucionando dúvidas no seu nicho, dando dicas…

Tudo isso pensando em todos esses leads em fases diferentes que citei acima.

Dessa forma, você tem a possibilidade de ir encaminhando eles para mais perto da venda.

E, com o fortalecimento desse relacionamento, a venda se torna muito mais fácil.

Porque essas pessoas já confiam em você. E, mais do que isso, elas sabem que você está disposta a ajudá-las. E isso é algo que faz toda a diferença na hora da compra.

 

Quais estratégias podem ser utilizadas na estratégia de conversão?

Nessa etapa, a estratégia mais comum na hora de transformar um visitante em lead é a criação de landing pages.

Elas são páginas específicas, que tem formulários de captura dessas informações. E que também já oferecem a isca digital, aquele material de valor, que citei acima.

No entanto, existem outras estratégias simples que podem te ajudar na etapa de conversão.

Uma delas é a call to action, que pode ser traduzido como “chamada para ação”. E que pode ser utilizada em boa parte das estratégias de marketing digital. Como nos blog posts, postagens nas redes sociais, e-mail marketing etc.

Ao fazer, por exemplo, um artigo para o blog relacionado ao tema da sua isca digital, é possível colocar uma CTA no final do texto.

 

#Venda

VendaA terceira etapa do inbound marketing é a venda. Já que, depois de nutrir e educar seus leads, alguns deles já estarão prontos para a compra.

É só aqui que você deve começar a oferecer o seu produto para o seu cliente em potencial.

No entanto, isso não quer dizer que você apenas deve enviar ofertas.

Os conteúdos devem também explicar sobre como funciona o seu produto, sobre os benefícios dele, sobre a transformação de vida que ele oferece etc.

Além disso, é muito comum usarmos gatilhos mentais, storytelling, CTA e outras técnicas de copywriting para tornar o texto de vendas mais persuasivo.

Principalmente, porque como no mercado há uma grande gama de produtos em todos os nichos, só mostrar que você tem um produto e falar o preço, não vai funcionar!

 

Quais estratégias podem ser utilizadas na etapa de vendas?

O e-mail marketing, sem dúvidas, é a principal estratégia de marketing digital utilizada na hora de realizar as vendas.

Inclusive, marketing e vendas trabalham juntas. Veja mais sobre o assunto clicando aqui.

Além de enviar ofertas, também podem ser enviados estudos de caso, cases de sucesso, depoimentos de outras pessoas que já utilizaram seu produto etc.

Já para quem trabalha com ferramentas online, também é comum oferecer um período gratuito de teste.

A automação de marketing, também tem um papel importante aqui. Justamente, porque ela otimiza todo esse processo e te ajuda a ter uma visão mais clara do funil de vendas.

Na maioria das vezes é, justamente, por meio da automação que saberemos quais são os leads prontos para comprar o seu produto.

Alguns dos critérios que podem ser utilizados para a definição do que seria um lead pronto para a compra são: cliques em e-mails, downloads de materiais mais aprofundados, como e-books e até mesmo o fato do lead entrar em contato, pedindo mais informações.

Além das opções citadas acima, nos últimos tempos, os webnários também se tornaram muito comuns nessa etapa do inbound marketing.

Para usá-los, você deve escolher um tema de alta relevância no seu nicho e que esteja relacionado com o seu produto.

Aí então, a ideia é oferecer uma aula gratuita sobre esse tema. Explicando, dando dicas práticas e sempre procurando ajudar as pessoas.

Ao final do webnário, você indica o seu produto, como uma forma da pessoa se aprofundar ainda mais no tema. É claro, sempre utilizando estratégias de persuasão e copywriting.

 

#Encantamento

EncantamentoA última etapa do inbound marketing é o encantamento. Isso quer dizer que, mesmo depois da venda, seu trabalho ainda não acabou!

A etapa de encantamento é uma excelente oportunidade para quem busca construir um negócio de sucesso e, mais do que isso, se tornar uma referência naquilo que faz.

Isso porque é aqui que você conta com a oportunidade de transformar clientes do seu negócio em pessoas que promovem a sua marca, que indicam o seu produto para os amigos e até mesmo pelas redes sociais.

 

Quais estratégias podem ser utilizadas na etapa de encantamento?

Nessa etapa o conteúdo continua sendo algo muito importante. É possível trabalhar com conteúdos mais aprofundados, como e-books e textos mais longos no blog.

Além disso, também é possível utilizar as pesquisas de satisfação. Enviar um e-mail para o seu cliente pedindo para ele responder um breve questionário vai te ajudar muito.

Em primeiro lugar, porque você passa a saber mais sobre quem compra o seu produto. O que pode te ajudar na definição da persona e, assim, te dar os insights necessários para vender ainda mais.

Mas isso não é tudo! Ao fazer isso, você mostra ao seu cliente que está, realmente, comprometido com ele.

Assim, se houver outros produtos para vender, você aumenta as chances desse mesmo consumidor comprar novamente com você.

Ao mostrar o seu comprometimento, mesmo depois da compra, você também tem mais chances de transformar seus clientes em pessoas dispostas a promover o seu produto e o seu negócio.

Já que essas pessoas vão perceber que são importantes para o seu negócio. E que você não tinha como único objetivo a venda.

 

#Análise no inbound marketing

AnáliseDepois de tudo isso, é hora de falarmos sobre algo muito importante! A análise não é considerada uma das etapas do inbound marketing, por um motivo simples.

Na prática, tudo deve ser analisado! Todas as suas estratégias de marketing digital e o desempenho de cada uma delas.

Por isso, de tempos em tempos, é preciso coletar todos os dados possíveis e analisá-los, sempre com intuito de melhorar no futuro.

Você deve sempre analisar quantas pessoas têm alcançado com cada uma de suas publicações. Qual o engajamento que essas publicações têm gerado. E, é claro, qual a quantidade de vendas que você tem gerado mensalmente.

É isso que vai te dar as bases necessárias para entender o que tem funcionado bem e o que precisa ser melhorado na sua estratégia de inbound marketing.

 

Pronto para começar a aplicar tudo o que aprendeu sobre o que é inbound marketing?

Neste artigo, você descobriu o que é o inbound marketing e como aplicar suas estratégias da forma correta.

Como você viu acima, o inbound marketing se baseia no comportamento do consumidor atual.

O que quer dizer que ele é muito mais efetivo do que as velhas estratégias do marketing tradicional.

Portanto, começar a usá-lo é ter certeza de que você está no caminho certo! E de que seu negócio tem o que precisa para alcançar os resultados que você deseja.

Então, não perca tempo! Comece a utilizar o inbound marketing hoje mesmo e descubra tudo o que ele pode fazer pelo seu empreendimento!

Espero que você tenha gostado desse artigo e que essas dicas possam ter te ajudado.

E, se você gostou, deixe seu comentário abaixo. Sua opinião é muito importante para que eu possa continuar te ajudando nos próximos artigos.

Avalie este artigo!
[Total: 1 média: 5]

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui